O Coração de Raízes – Marcelo Ramos Bernardo

O Coração de Raízes

                        Marcelo  Ramos Bernardo – Valinhos, SP

Era uma vez um menino muito feliz que adorava a natureza e ele não gostava quando as pessoas jogavam lixos nas ruas.

Numa sexta-feira o menino foi para a escola, e ele gostava muito de estudar, mas sempre quando ele chegava na escola os colegas dele sempre caçoavam dele,por ele todo dia recolher o lixo das matas que ficavam perto da escola.

Quando acabou a aula ele saiu correndo para casa para pegar sacos para recolher os lixos, e quando ele entrou na mata alguns moleque o empurraram e ele desmaiou  porque bateu a cabeça  numa pedra quando caiu. 

Quando ele acordou viu uma árvore seca sem flores e achou estranho porque era primavera e todas as outras plantas tinham folhas e flores, e ele viu uma semente na árvore seca, ele comeu  e voltou para casa. Contou para a mãe o que aconteceu e ela ficou preocupada, e levou até o médico e quando os médicos tiraram um raio x  do coração o menino, eles viram que as veias dele viraram raízes. Isso foi uma coisa muito estranha, e a família do menino ficou impressionada.

Seis anos se passaram e o menino  morreu, e aonde  ele foi enterrado nasceu uma árvore que era igual à que o menino tinha visto e comido a semente.

__________
* Publicado em : Projeto Letras & Artes Horácio 2011
http://projetoletrasearteshoracio2011.wordpress.com/2011/06/04/marcelo-ramos-bernardo-%e2%80%93-o-coracao-de-raizes/

 Marcelo  Ramos Bernardo tem 13 anos de idade.

Esse post foi publicado em Contos e Lendas, Prosa e marcado . Guardar link permanente.

Uma resposta para O Coração de Raízes – Marcelo Ramos Bernardo

  1. Boa Marcelo,

    É por aí mesmo…temos que criar o hábito de jogar lixo na lixeira e deixar de emporcalhar as ruas, terrenos baldios, córregos, ribeirões e rios.
    O lixo jogado em qualquer lugar acaba entupindo os bueiros e “bocas de lobo” provocando enchentes e inundações quando chegam as chuvas.
    Fico feliz em ver que vocês, desta nova geração, estão bem conscientes desse nosso dever muito importante, de dar um destino correto ao nosso lixo.
    Parabéns à você e às suas professoras (es)!
    Abração,

    Prof. Jarmuth

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s