Milagre da Natureza – Silvia Trevisani


Milagre da Natureza

                        Silvia Trevisani – Campinas, SP

No dorso de uma encosta,
Por entre as relvas verdejantes
Onde ao nascer o sol se posta
Com seus raios flamejantes.

Mana um pequeno filete d’ água,
Fontes perenes e abundantes,
Que corre pelos caminhos sem cessar,
Formando riachos exuberantes.

Líquido cristalino e imponente,
Que corta cantarolando o solo gigante,
Juntando forças com outras nascentes,
Tornando-se vigoroso com suas águas murmurantes.

O rio segue o ciclo da natureza,
Criando rotas e curvas além das fronteiras,
Um milagre absoluto de magia e beleza,
Transformando-se em cataratas e cachoeiras.

Segue o curso sempre em frente,
Varrendo nas margens as dores…
Beijando as flores e os aguapés rentes,
Levando sonhos de perdidos amores…

__________

Poema publicado no livro: Se as estrelas falassem…

Esse post foi publicado em Poesia e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s