Tirando os problemas, só alegria – Romulo Pintoandrade


 Tirando os problemas, só alegria

            Romulo Pintoandrade – Brasília, DF

Essa madrugada acordei
Subitamente antes dos pássaros
Galos cantavam ao longe pra se aquecerem
Pelo céu sem nuvens constelações
Pulsavam no azul claro e diáfano da noite
A deusa marmórea se deitava dourada
Atrás do arvoredo em sombras violeta

Quando o bacurau cantou
– Amanhã eu vou… amanhã eu vou…
As primeiras luzes do dia surgiam :
O esplendor de uma barra carmim
mudando pra coral alaranjado se erguia
Uma pintura luminosa ao longo do horizonte
despertando a passarada aos primeiros pios
logo em seguida numa algazarra sonora
mais além de todos os problemas
da crise econômica, dos artifícios do mercado
das preocupações efêmeras do mundo humano
para o milagre de mais um dia

“A vida é maior que a gente
e bem mais do que a gente espia…”

____________
*Sobre a obra
Um exercício cotidiano que faço pra me defender da pressão do mercantilismo exacerbado da vida atual. Escrevo no sentido de reafirmar pra mim mesmo, o real valor da existência. O verso entre aspas completa parafraseando poema – “Terapia dos Brotos” do poeta e tradutor Leonardo Fróes.

Imagem : Bandeira do Cerrado, por Romulo Pintoandrade
http://www.overmundo.com.br/banco/mais-alem-1

Anúncios
Esse post foi publicado em Poesia e marcado . Guardar link permanente.

Uma resposta para Tirando os problemas, só alegria – Romulo Pintoandrade

  1. romulo disse:

    Outro título para o poema pode ser : tirando os problemas, só alegria… hehehehe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s