Filomena, a Árvore – Helena Angela Righi Peixe

Filomena, a árvore

                       Helena Angela Righi Peixe          

“Ai, Ai.. como está escuro aqui. Nossa, preciso fazer força para subir, não sei como sei isto, acho que está escrito, como um código que tenho que fazer força e subir”.

“Ai, Ai, Hum, ..Ai,.. mais força, acho que falta pouco, Hum, mais um dia e eu consigo, porque eu já abri aquela pele dura que envolvia meu corpinho.”

“Ai,.. Ai, hoje eu consigo”

“Ufa!!!.. consegui…., acabei de pôr minha cabeça para fora (isto é, meu brotinho), já tenho duas folhinhas, agora mais um pouco de esforço.”

“Ah!!… Que lindo que é aqui fora, tudo claro, quente e tem um ventinho também.”

“O sol está me aquecendo, vejo algumas formigas passando bem perto, porque ainda sou pequena, logo ali tem uma Joaninha, tão bonita”.

Lá vêm uns meninos com uns pés grandes, ai tomara que eles nãom pise em mim. Ah!! Já passaram, ainda bem que eles olham onde pisam.”

“Vejo várias plantas, tem grama que é mais baixa que eu, tem algumas do meu tamanho, acho que nasceram hoje também, mas tem umas altas e outras mais altas ainda, que eu quase quebro meu frágil pescocinho para admirá-las”.

“Ah!! Como deve ser fresquinho lá em cima e acho que de lá do alto dá para ver tudo.”

“Bem, já passou algum tempo e eu já estou ficando fortinha, meu corpo (quero dizer meu tronco) já está firme.
Assim vai noite, vem dia, vai noite, vem dia, sabe, dentro da terra nas minhas pernas (quero dizer nas minhas raízes) passa uma água fresquinha de um riozinho silencioso; esta água tem vitaminas, sais minerais, etc.. e tal que entra por mim e me alimenta.”

“Falando em alimento, o sol também me alimenta e ainda tem meu dono que é um bom menino, põe terra boa em minha volta, tudo para me proteger, e vem sempre me ver; quando não chove lá vem ele com um regador,

Você sabe o que é regador? Bem, é um balde que tem um bico cheio de furinhos para bem distribuir a água. Como eu dizia, ele vem sempre aqui me ver. Como é bom receber carinho!!!”

“Estou crescendo, já passou o inverno, passou a primavera. Ah!! quantas borboletas coloridas e alegres passaram conversando, comentaram que todos os quintais da vizinhança estão bonitos.”

“Alguns beija-flores vieram aqui na minha vizinha, que já é forte, tem muitos ramos e flores, veio um tal de outono e deixou as árvores sem folhas, tudo parece que ficou meio triste, mas as árvores aqui do lado disseram que é assim mesmo, que tudo passa. Eu gosto mesmo é do verão, tudo fica mais alegre, as crianças pulam e brincam aqui no quintal.”

“Novamente inverno, nova primavera, novo outono e outra vez o verão.”

“Bem, agora já sei, Eu sou uma mangueira, darei meus frutos, quero dizer minhas mangas, logo, logo.”

“Hum!! cresci !! Estou alta e forte, este ano estou carregada de flores que mais tarde serão mangas. Como estou feliz!!”

Sabe, mangueira serve para muita coisa. Dá sombra, dá frutos, dá néctar em suas flores para as abelhas, dá suquinho para os beija-flores, serve para segurar ninho de passarinho.

Quando alguém se senta à minha sombra para descansar, consigo ouvir seus pensamentos, às vezes é de tristeza, outras de alegria. Neste momento lá do alto da minha copa, olho para o céu e peço ajuda para aqueles problemas e rapidinho ganho uma grande força que levo para aquela pessoa. É tão bom poder ajudar.
Você que está ouvindo esta história diga para seus amigos que é muito bom amar as árvores e respeitar a natureza.

Eu sou daquelas espécies que crescem rápido, mas existem algumas que demoram muitos anos para ficarem altas e fortes e daí vem alguém com uma serra e em pouco tempo acaba com ela. O homem não sabe como a natureza sente e quanto chora nesta hora.

Outro dia ouvi o discurso do eucalipto e quero passar para vocês:
–“Eu sou o papel que serve aos recados, cartas, cartões, como é bom receber cartão de aniversário, de natal, postal, avisos importantes, receitas médicas, receitas culinárias, cadernos, bloco, sou o papel da fotografia.”

–“Sou também o livro que traz as alegrias, as descobertas, sou o jornal que traz os acontecimentos de todos os lugares do mundo.”

–“E as outras árvores desta floresta são os móveis de sua casa, a cama em que você dorme, o teto, as portas e as janelas da sua casa.. Por tudo isso que, para cada árvore derrubada é necessário plantar outra, nós temos muitas espécies que servem para fabricar muitas coisas, até remédio, e cada uma tem sua função.”

Bem, já cresci, aquelas florzinhas viraram mangas e até já tem algumas maduras, estou até parecendo árvore de natal com aquelas bolas, por que tenho mangas verdes e maduras que são amarelas, estou muito bonita. Todos que vêm no quintal vêm me ver e se encantam com tantos frutos, é que recebi muito amor e muitos cuidados do meu dono, a vida é assim…

Olha, lá vem meu dono com uns amigos seus, estão com sacolas nas mãos, eles vêm colher os frutos que eu entregarei com muita alegria. Tomara que eles se lembrem de plantar os caroços, assim logo teremos muitas mangueiras!

Agora você já sabe, vamos amar e respeitar as árvores, os animais, as flores, somos todos irmãos, filhos do mesmo Pai.

Tchau!!….Tchau!!….

VIVA A ÁRVORE!!!!

VIVA A VIDA!!!

__________
* Lenda publicada por Amauri de Oliveira em Banco das Histórias :
http://bancodashistorias.blogspot.com/2009/03/filomena-arvore.html
** Mangueira com frutos – Manga Rosa – Pindorama-SP, Agosto 2010 – foto de Mauro Luiz Benedito:
http://www.geolocation.ws/v/P/50489184/mangueira-com-frutos—manga-rosa–/en
Esse post foi publicado em Contos e Lendas, Prosa e marcado , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Filomena, a Árvore – Helena Angela Righi Peixe

  1. Henrique Righi disse:

    Helena, a história nos faz refretir sobre o quanto devemos para com a nattureza em tudo que ela é em si para o benefício do ser humano, Parabéns Henrique.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s