O Resgate dos Girinos − Sacisperto & Sacimeiga − Clarice Villac; desenho de Vlad Camargo

                                                          O resgate dos girinos

                                                                                                    Clarice Villac − Campinas, SP

Num dia lindo, Sacisperto e Sacimeiga saem para passear.

No caminho para o ribeirão, encontram Saulo, o Sapo, muito triste.
Saulo explica por que:
– Pessoas da cidade grande fizeram piquenique às margens do rio, deixaram lixo jogado no chão, no rio, etc.
Sacisperto e Sacimeiga se espantam, e escutam atentamente, com olhos cada vez mais arregalados, o relato…
– Embalagens caíram no rio, sapinhos-girinos ficaram doentes com resíduos de produtos químicos… peixes adoeceram ao comerem alimentos estragados…
Saulo continuava, cada vez mais triste e agitado:
– Sapinhos-girinos ficaram presos em sacos plásticos que enroscaram nas plantas, galhos e raízes ! Copinhos plásticos entalaram tampando tocas de lazer debaixo d’água !…

Sacisperto e Sacimeiga ficam aflitos e preocupados.
Decidem ajudar a população de sapos.
Chamam a sacizada com assobios do Sacisperto, e quando todos chegam, explicam a situação. Todos se dispõe a ajudar, e vão logo dando sugestões e dividindo as tarefas.
Há várias gerações que os sacis vêm se aperfeiçoando na arte de confeccionar peneiras de taquara, que aprenderam observando os antigos caboclos e caiçaras.
Assim, fazem peneiras de taquara e algumas eles amarram em caules longos de bambu que encontram pelo chão.

Então vão peneirar o rio e catar os resíduos nas margens.

Todos ajudam, e depois de muito trabalho, conseguem resgatar todos os girinos e retirar o lixo que os estava prendendo e envenenando o ribeirão.

Reunidos ali nas margens do riozinho, vendo os sapos contentes coaxando e brincando com seus girinos no rio limpinho novamente, os sacis conversam sobre o acontecido, e Sacimeiga fala:
– Bem, está tudo em ordem agora, mas, e se vierem outras pessoas (ou as mesmas) e repetirem a sujeira, sem nem imaginar todo o transtorno que causaram, e o trabalhão que deu pra limpar tudo, recuperar os bichinhos…
– Ah, e se nós deixássemos avisos explicando, mostrando e pedindo a colaboração ?
– Podemos escrever mensagens juntando essas pedras que estão por aqui e pelo caminho ! – sugere um sacizinho que gostava muito de ler histórias.
– Boa ideia, adoramos brincar de formar palavras ! – concordam saltitantes os outros sacizinhos, que já começam a juntar as pedrinhas e arrumá-las em forma de avisos.
– Vamos conversar com as crianças nossas amigas, assim elas podem explicar para seus pais e amigos, todos vão entender a necessidade de recolherem e levar embora o lixo, as embalagens, os restos dos alimentos e tudo que costumam trazer aqui pro mato, pra perto do rio ! – diz Sacisperto, entusiasmado.

Sem esperar mais nada, Sacisperto e Sacimeiga vão indo pelo caminho que leva ao povoado e conversando sobre isso, lá longe as crianças estão brincando de bolinha de gude, e acenam para eles.

___________
* Clarice Villac – texto
* Vlad Camargo – ilustração
fonte : http://www.sacisperto-e-sacimeiga.com.br/
Anúncios
Esse post foi publicado em Contos e Lendas, Prosa e marcado , . Guardar link permanente.

2 respostas para O Resgate dos Girinos − Sacisperto & Sacimeiga − Clarice Villac; desenho de Vlad Camargo

  1. Ivana Maria disse:

    Que graça essas historinhas do Sacisperto e da Sacimeiga! As ilustrações estão lindas! Parabéns aos dois, Clarice e Vlad. Posso postar no Bloguinho Infantil?

    bjos
    Ivana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s