Papai Noel, será que você tem a felicidade para me dar?… – Ivana Maria França de Negri


Papai Noel, será que você tem a felicidade para me dar?…

……………………………………  Ivana Maria França de Negri – Piracicaba, SP

O ano voou e, de repente, nos damos conta: já é tempo de Natal novamente! E apesar de tudo, ele sempre retorna. A atmosfera mágica nos envolve, nos deixamos levar pelo turbilhão de mensagens e nos rendemos ao apelo dos comerciais. A figura lendária do Papai Noel, aquele velhinho rechonchudo e corado, invenção da Coca-cola, montado em seu trenó encantado, ao som dos guizos das renas, nos acena com as maravilhas do consumo exagerado. E o que fazemos é só consumir, consumir, como fantoches obedecendo a comandos, sem contestar.

Ainda teimo em acreditar no Natal como o fazia na minha infância… “deixei meu sapatinho na janela do quintal…” Mas a vida nos força a crescer, a sermos adultos e a nos comportarmos como tal. E chego à conclusão, como diz o desfecho da marchinha natalina que “…felicidade é brinquedo que não tem…”

Desprovidos do encantamento infantil “…Natal da estrela guia, Natal do Menino Jesus…” e da visão simples das crianças que Natal é o aniversário do bebezinho rosado que nasceu em meio a palhas, carneirinhos, vacas e jumentos, nos empanturramos de comes e bebes, trocamos presentes junto com farpas “civilizadamente” e acordamos de ressaca, com terrível dor de cabeça, num mundo no qual nada mudou: a violência continua aumentando a cada dia, a fome rondando milhões de pessoas e a distribuição de renda, sempre injusta.

O que fazer? Como reverter a situação? Existe um antídoto, uma fórmula mágica? “…paz na Terra pede o sino…” Todo ano tenho recaídas. Sinto necessidade das emoções e sensações dos natais da minha infância. Preciso sentir o gosto, o cheiro e aquela euforia contagiante. Anseio a volta daquele Natal divertido e simples. O Natal dos adultos é triste, marcado pela saudade e é muito complicado, já que a relação entre as pessoas é difícil. Natal das crianças é o Natal dos presentes, e dos adultos, dos ausentes. Natal do adulto é desencanto, melancolia. Natal da crianças é deslumbramento, alegria. “…noite feliz, noite de amor…”

Se Deus se fez criança no Natal, por que nós não podemos também? Que bom agir como crianças, deixar a fantasia aflorar, e ver com olhos infantis a mágica estrela de Natal e enxergar as pessoas em sua essência e não pela sua posição social, pelo cargo que ocupam ou pelas cifras em suas contas bancárias.

Que delícia fugir do Natal consumista do estresse, do desânimo, da depressão, do medo e da preocupação e trocá-lo pelo Natal encantado da poesia, da estrela guia, da manjedoura rodeada de animaizinhos, da esperança e do arrebatamento mágico que nos eleva para perto de Deus e traz a verdadeira felicidade, aquela que o dinheiro não compra e ladrão algum consegue roubar.

Natal é oração, introspecção e felicidade “….hoje a noite é bela, juntos eu e ela, vamos à capela, felizes a rezar…”

____________
imagem – autoria desconhecida

* Blogs da autora:
http://serveg.blogspot.com/
http://aprendendocomovoinho.blogspot.com/
http://bloguinho-infantil.blogspot.com/
http://golp-piracicaba.blogspot.com/
http://academiapiracicabana.blogspot.com/
http://centroliterariopiracicaba-clip.blogspot.com/

Esse post foi publicado em Crônicas, Prosa e marcado . Guardar link permanente.

2 respostas para Papai Noel, será que você tem a felicidade para me dar?… – Ivana Maria França de Negri

  1. Ivana Maria disse:

    Obrigada pelo presente de Natal, Clarice! Foi uma surpresa encontrar minha crônica aqui no Cantinho.
    Feliz Natal! Que 2012 chegue com muita alegria, saúde, harmonia, paz e luz
    Ivana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s