Paraíso − José Paulo Paes & fotos de Bruno Constantino Leonardi

Paraíso

                                                                    José Paulo Paes

Se esta rua fosse minha,
eu mandava ladrilhar,
não para automóvel matar gente,
mas para criança brincar.

Se esta mata fosse minha,
eu não deixava derrubar.
Se cortarem todas as árvores,
onde é que os pássaros vão morar?

Se este rio fosse meu,
eu não deixava poluir.
Jogue esgotos noutra parte,
que os peixes moram aqui.

Se este mundo fosse meu,
eu fazia tantas mudanças
que ele seria um paraíso
de bichos, plantas e crianças.

_________________

fotos : Piracicaba, por Bruno Constantino Leonardi

Esse post foi publicado em Poesia e marcado , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Paraíso − José Paulo Paes & fotos de Bruno Constantino Leonardi

  1. Gostei, parabéns pelas mensagens.
    Abs.
    Bruno Constantino Leonardi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s