A Meio Caminho – Mécia Rodrigues

porto_de_santos_sp_dez2012_clarice_villac

A Meio Caminho

                                         Mécia Rodrigues

Rua cortante rente à garganta
o prédio passa ligeiro pelo interfone
abrindo portas, escadas e tapetes

Esvazio os bolsos atrás de um cartão telefônico:
não tenho.

Sem nunca ter andado em nenhuma teia
subo de mansinho
final de tarde com vista panorâmica

Volto afiada, em fila indiana
e com a senha na mão:
coca-cola no banquinho do bar
só mais essa, depois eu apito para todos os navios
que passarem

Ergo uma ponte sólida
mas não muito corajosa
em algum outro lugar cai a noite vagarosa.

____________

Mécia Rodrigues, in Estrela Vulgar a Vagar,
p. 66, São Paulo, RG Editores, 1999.

https://www.facebook.com/pages/M%C3%A9cia-Rodrigues/616887708366267?ref=profile

imagem: Porto de Santos, SP, dezembro 2012; foto por Clarice Villac.

Anúncios
Esse post foi publicado em Imagens, Poesia e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s