Michel Foucault – “O uso dos prazeres” (fragmento)

recriar

“De que valeria a obstinação do saber
se ele assegurasse apenas a aquisição dos conhecimentos
e não, de certa maneira, e tanto quanto possível,
o descaminho daquele que conhece?
Existem momentos na vida nos quais
a questão de saber se se pode pensar
diferentemente do que se pensa,
e perceber diferentemente do que se vê,
é indispensável para continuar a olhar ou a refletir.”

Michel Foucault, in O uso dos prazeres.

(imagem: recriação de foto de livro, por Clarice Villac.)

Esse post foi publicado em Imagens, Prosa e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s