Arquivo da tag: Pedro Brasil Jr

Quando entrar setembro… – crônica de Pedro Brasil Jr.

Quando entrar setembro…                                                         – Pedro Brasil Jr. Setembro chegou no dia e hora marcados! Eu é que me atrasei entre os sonhos que não consigo lembrar! Mas o portal estava aberto logo cedo, um alvorecer lusco-fusco, uma brisa gélida … Continuar lendo

Publicado em Crônicas, Prosa | Marcado com | Deixe um comentário

Trilhos da Algia – crônica de Pedro Brasil Jr.

Trilhos da Algia ………………………………..– Pedro Brasil Jr. Não tinha nada ao redor, mas era o caminho que levava a tudo. Norte encoberto pelas nuvens, chuva aparente. Sul esquecido pela visão do que ficara para trás. Ao leste e oeste uma … Continuar lendo

Publicado em Crônicas, Prosa | Marcado com | 1 Comentário

A libélula, a estrela e o dente de leão – Pedro Brasil Jr.

A libélula, a estrela e o dente de leão                                                                                – Pedro Brasil Jr. Primeiro fui dar uns passos por entre as espumas da quebra das ondas na praia. Havia um brilho diferente naqueles cristais da areia e o som … Continuar lendo

Publicado em Crônicas, Prosa | Marcado com | Deixe um comentário

Dança de folhas mortas – Pedro Brasil Jr.

______________ http://guardiaodoportal.blogspot.com.br/

Publicado em Imagens, Poesia | Marcado com | 1 Comentário

Havia… – Pedro Brasil Jr.

______________ http://guardiaodoportal.blogspot.com.br/

Publicado em Imagens, Poesia, Sem categoria | Marcado com | Deixe um comentário

A Lição dos Porcos – Pedro Brasil Jr.

A Lição dos Porcos                                        – Pedro Brasil Jr. Não fosse pelo acidente e teria sido apenas mais um carregamento de suínos para o abate. Do campo para a cidade estes animais levam uma vida (se é que de fato … Continuar lendo

Publicado em Crônicas, Prosa | Marcado com | Deixe um comentário

Eu estive lá ! – Pedro Brasil Jr.

Poema e edição de Pedro Brasil Jr. http://guardiaodoportal.blogspot.com.br/

Publicado em Imagens, Poesia | Marcado com | Deixe um comentário